Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Especialista em Desenvolvimento Humano, Luciana Ribeiro é formada em Psicologia e Administração de Empresas, com pós-graduação em Administração de Recursos Humanos; tem formação em Personal, Professional e Leader Coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching. Também tem formação em O.P.H (Osho Prana Healing), Florais de Bach e Reiki. Atua como Psicóloga Clínica, Coach, Terapeuta Floral, Terapeuta de O.P.H. e de Reiki. Ela associa seus conhecimentos em um trabalho que visa desenvolver o ser humano através do autoconhecimento, da expansão da consciência e do fortalecimento emocional, pois acredita que através disto um processo de transformação aconteça de forma autêntica e assertiva, gerando resultados positivos nas diferentes esferas da vida da pessoa. Também atua como Professora de Inglês desde 2005, após anos de estudo do idioma e vivência no exterior.

sábado, 28 de dezembro de 2013

Free Audio Books


Hi,


 
 
Enjoy.
 
Bye!!!
 
 

São Paulo Free Walking Tour

 
Hello,
 
No Centro de São Paulo, jovens estudantes têm uma ótima chance de treinar inglês batendo um papo direto com estrangeiros americanos. Com guia turístico brasileiro e equipe de seis pessoas, o grupo se reúne para aprimorar o idioma em pontos turísticos de SP.
 
O tour em inglês faz parte do projeto gratuito São Paulo Free Walking Tour, que reúne quem quer melhorar a fluência idioma e de graça. O tour acontece bem no centro velho de São Paulo e dura 4 horas em um passeio a pé pela região. O grupo brasileiro apresenta a cidade em inglês para estrangeiros americanos, alemães, espanhóis e filipinos.
 
O projeto acontece sempre às quartas-feiras e sábados da semana, às 14h. Bares e restaurantes das redondezas patrocinam o encontro que é totalmente de graça, basta chegar 15 minutos antes do horário, no ponto de encontro, participar da roda de gringos e, quem sabe, trocar algumas palavras em inglês para turbinar o idioma.
 
A reunião de brasileiros e gringos é uma cópia do formato turístico feito também em cidades de grande visitação como Berlim, Nova York e Paris.Em São Paulo, o roteiro passa por pontos turísticos importantes, como a avenida Paulista.
 
O Free Walking Tour de São Paulo atrai também grupos de alunos de escolas de idiomas, mas para esse formato, a equipe do projeto cobra uma taxa para deixar o tour mais focado e organizado.
 
O passeio, aliás, é bastante concorrido. Recebe cerca de 50 pessoas em fins de semana. Mas como regra, não há qualquer forma de reservar presença. Interessados disputam mesmo um lugar ao sol se chegarem no local do tour alguns minutos antes da saída da reunião.
 
Serviço
Onde: na praça da República, s/ nº, próximo ao guichê de informações turísticas do metrô República.
 
Quando: quartas e sábados às 11h 30. O passeio em inglês não precisa ser agendado, basta chegar 15 minutos antes. É grátis. O grupo aceita gorjetas.

Fonte:
http://www.viajandoblog.com/post/25047/sao-paulo-free-walking-tour-treina-ingles-de-brasileiros-para-receber-gringos

Para maiores informações acessem o site abaixo:

http://www.saopaulofreewalkingtour.com/

Bye!

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Vocabulário do Futebol


Hi everyone,
 
Ulisses Wehby de Carvalho posta muitas dicas interessantes em seu site TECLA SAP.
 
A última que recebi diz respeito ao vocabulário relacionado ao futebol; como dizer as palavras abaixo em inglês:
 
camisa dez“, “paradinha“, “carrinho“, “lei da vantagem“, “peixinho“, “embaixadinha“, “de primeira“, entre muitas outras palavras e expressões.

Confiram um exemplo na íntegra:

PARADINHA
[feinting (in context)]
A “paradinha”, proibida pela FIFA desde 2010, é o movimento em falso do atacante para tentar enganar o goleiro adversário durante uma cobrança de pênalti.
paradinha
 
“Feinting in the run-up to take a penalty kick to confuse opponents is permitted,” said Fifa’s Jerome Valcke. “However, feinting to kick the ball once the player has completed his run-up is now considered an infringement.” (BBC)

Tradução:
 
“Parar na corrida em direção à bola na cobrança do pênalti para confundir o adversário é permitido”, afirmou Jerome Valcke da FIFA. “No entanto, fingir que vai chutar depois de se aproximar da bola passa a ser uma infração.”
 
Para as demais palavras e expressões sobre futebol acessem o site de Ulisses:

http://www.inglescomfutebol.com.br/author/ulisses/

Bye!!
 

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Nomes de brincadeiras em inglês













Hi everybody,
 
For those who want to learn the name of many kinds of games in English and also
learn everything about the Au Pair exchange program, access the website below.

http://www.aupairis.com/nomes-de-brincadeiras-em-ingles/











It's a very nice website in which they teach us the name of many common games in English and also provide a lot of useful information about the Au Pair program!


Enjoy it!

domingo, 8 de dezembro de 2013

A criança e o aprendizado de uma segunda língua


Hi everyone,

Muitos dos meus alunos perguntam qual a melhor idade para que os filhos comecem a aprender inglês.
 
Compartilho com vocês um artigo bem interessante sobre este assunto no link abaixo.

http://revistaeducacao.uol.com.br/textos/170/dois-idiomas-uma-crianca-234962-1.asp



Compartilho também uma reportagem apresentada no Jornal Hoje

http://www.youtube.com/watch?v=oKvUmzGLjsY


Bye!


domingo, 24 de novembro de 2013

Aprendizado


Seu cérebro não é um computador: além de ficar melhor quanto mais é usado (ao contrário do computador, que vai quebrando aos poucos), ele não tem como adquirir programas prontos para serem usados. Ao contrário, precisa construí-los aos poucos, a partir dos pedaços mais básicos.
Essa construção de programas é o processo de aprendizado: a modificação efetiva do cérebro conforme o uso que resulta em um desempenho cada vez mais adequado do comportamento desejado, ou seja, um desempenho melhor.
A base do aprendizado é considerada a modificação das sinapses, ou seja, das conexões entre neurônios no cérebro.
Conforme algumas ficam mais fortes e outras mais fracas, a modificação sináptica efetivamente remodela os circuitos entre neurônios e, com isso, o comportamento.
Por exemplo, os neurônios que representam a ideia "Paris" passam a ter sua atividade associada à atividade de outros neurônios, que representam a imagem da torre Eiffel e a ideia "França", e dissociada da atividade dos que representam, digamos, "Alemanha".
Essa modificação sináptica com o uso acontece a vida toda, ainda que ocorra mais facilmente (ou seja, com menor necessidade de insistência e repetição) quando somos jovens. E mais: é um processo rápido, que já pode ser observado assim que um novo comportamento é aprendido.
Como é incremental, associando informações, o aprendizado de programas complexos – dirigir, escrever, tocar piano, jogar basquete, aprender um novo idioma (este último item eu incluí) – precisa acontecer aos poucos, em degraus de complexidade crescente. E mais: como é um processo direcionado pelo uso bem-sucedido, o aprendizado depende de prática e motivação.
Quanto mais se pratica, mais chance o cérebro tem de reforçar as modificações sinápticas que constituem o que está sendo aprendido.
Quanto mais motivação se tem, mais se pratica, mais importância se dá ao aprendizado, e portanto mais facilmente acontecem as modificações sinápticas do aprendizado.
 

domingo, 25 de agosto de 2013

WellCast - Overcoming fear


Hello,

The website below is amazing. You can find videos about many different kinds of subjects and they are based on real and interesting information. It's a great way to practice your listening and learn at the same time.

http://www.watchwellcast.com

Here it is a video I would like to share with you!

 
Still about overcoming fear, I would like to end this post with a message:
 
"You gain strenght, courage and confidence by every experience in which you really stop to look fear in the face. you must do the things which you think you cannot do" Eleanor Roosevelt

Bye!

Vocabulary - Types of chairs






























From: http://www.easypacelearning.com/

Pronúncia do R


Hello,

Para aqueles que têm dificuldade em pronunciar a letra "R" em inglês, segue um vídeo que será muito útil. Ele também fala sobre a pronúncia da letra "W".

 
 
Bye!

sábado, 24 de agosto de 2013

Dungeons & Dragons - Last episode


Hi,

Click on the link below to read, in English, the last episode of this cartoon
 
 
If you prefer, watch the video of the last episode on the following link (They've made a video of the written script, with someone narrating it). It's very cool!!!

http://youtu.be/CKjaBGf2GTk
 
You can also read the comics for the last episode. I couldn't find it in English, only in Portuguese. Check it out by clicking on the link below
 


Duolingo - Praticando e Aprendendo Inglês (Excellent!!!!)


Hello everyone,

O Duolingo é um site muito bom para praticar o inglês. Ele poder ser baixado no seu celular ou computador. É prático, gratuito e bem divertido.
 
E é interessante para todos os níveis. Se você tem inglês avançado, por exemplo, pode fazer um teste de nível, pular os níveis anteriores e ir para o avançado.
 
É uma oportunidade para aprender, revisar o que já se aprendeu e até testar seu inglês.
 
Não deixem de acessar o link. Garanto que vão gostar muito ;-)

www.duolingo.com

 







































Ao completar todos os níveis você recebe um troféu virtual!!!!!

domingo, 11 de agosto de 2013

Look - Phrasal Verb


Hello,

Find below some of the many meanings this important verb has as a phrasal verb:

Cartoon - Dora "The explorer" - Science Fair


Hi everyone,

One more episode for you to have fun and learn with Dora!


Bye!

domingo, 4 de agosto de 2013

Storytime - Santa's little helper


Hi,

A new story for you!
















http://learnenglishkids.britishcouncil.org/en/short-stories/santas-little-helper

Bye!

Desenhos animados e seriados


Hi everyone,
 
Quando morei nos Estados Unidos eu assistia muito desenho animado, pois, como eu cuidava de crianças, isso fazia parte do trabalho ;-)
 
Os desenhos são bem ilustrativos, têm uma linguagem mais simples e ajudam muito no aprendizado do idioma. Há muitos desenhos bem bacanas no You Tube, mas vou deixar para vocês hoje um que eu assistia muito, chamado "Dora - The explorer".
 
O vídeo abaixo é só uma parte do capítulo, mas vocês encontram episódios completos no You Tube.
 
 
Os seriados também ajudam muito. Caso você queira treinar uma linguagem mais avançada, procure um seriado que goste e assista aos poucos. Abaixo segue o vídeo de um seriado chamado "In Treatment", que é uma sessão de terapia. Gosto deste seriado por vários motivos, mas algo legal em relação ao inglês é que há pessoas com diferentes sotaques. Deixo para vocês um vídeo de um paciente indiano. É muito bacana para treinar nossa memória auditiva com pessoas que não falam inglês como primeira língua.
 
 
Enjoy!
 
 

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Question Words


Hello,

Hoje vou deixar para vocês dois links para prática das "Question words", que são aquelas palavras com W e H que utilizamos para fazer perguntas:
 
Where? - Onde
When? - Quando
Who? - Quem
Why? - Por que
What? - O que / Qual - What é usado de forma mais geral
Which? - Qual  - Which é usado quando falamos de um número pequeno de possibilidades (envolve escolha)
How much? - Quanto (para coisas que não podemos contar. Ex: água, dinheiro, tempo)
How many? - Quantos (para coisas que podemos contar. Ex: maçã, caderno, moeda)
How old? - Quantos anos
How?- Como / Quão. Ex: How are you? How big is the house?
Whose? - De quem
How long? - Quanto tempo
How often? - Com que frequência
 










http://www.englishexercises.org/makeagame/viewgame.asp?id=2066

http://www.englishexercises.org/makeagame/viewgame.asp?id=5283

Bye!

terça-feira, 30 de julho de 2013

Aprendendo com música - I still haven't found what I'm looking for

 
 
O Present Perfect é um tempo gramatical muito utilizado na língua inglesa. Inicialmente parece difícil entender seu uso, mas eu acredito que, como toda gramática, só precisamos nos familiarizar com ele e entender quando utilizá-lo.
 
A formação do Present Perfect é feita pelo verbo auxiliar HAVE ou HAS mais um verbo principal no Past Participle.
 
Vamos pegar o verbo GO como exemplo em uma frase:
 
I've gone to Peru
 
Infinitive: Go
Simple Past:  Went
Past Participle: Gone
 
O "GO" é um verbo irregular. Os verbos irregulares não possuem uma regra para conjugá-los, temos que memorizá-los.
 
Para uma lista completa dos verbos irregulares acesse o link abaixo:
 
 
Já com os verbos regulares, ou seja, aqueles verbos cujo passado simples (Simple Past) é formado pelo acréscimo do ED ou IED: Ex: Call - Called; Study - Studied, o Past Participle é igual ao Simple Past.
 
Vamos então ver exemplos de frases com o Present Perfect no afirmativo:
 
- I have read many books (I've read many books)
- She's bought a car (She has bought a car)
- I have called my mother (I've called my mother)
 
Agora, as frases no negativo:
 
- I haven't read many books
- She hasn't bought a car
- I haven't called my mother
 
E, por último, questões:
 
- How many books have you read?
- Has she bought a car?
- Have you called your mother?
 
Sempre quando explico esta gramática para meus alunos, digo que utilizamos o Present Perfect nos seguintes contextos:
 
1 - Para descrever uma ação feita no passado e/ou uma ação feita no passado com um resultado no presente.  Em ambos os casos não colocamos uma data passada:
 
Ex:
 
I've cleaned my shoes (Limpei meus sapatos e quando olho para eles agora, os vejo limpos)
I've lost my keys (Perdi minhas chaves e elas ainda continuam perdidas)
I've bought a new car (Eu comprei um carro, não informo quando e tenho um carro novo hoje)
I've climbed mountains.....( Escalei montanhas e não menciono quando)
I've run.....(Eu corri e não menciono quando)
 
2 - Para dar uma nova informação ou fazer um anúncio:
 
Ex:
 
Have you heard the News?
I've passed the exam
 
3 - Para descrever uma ação que não foi feita, porém ainda pode ser:

I've never been to China (Nunca estive na China, mas ainda posso ir)
I've read ten books this year (Este ano ainda não acabou, então esse número pode mudar)
I've worked a lot this week (Esta semana ainda não acabou, eu posso trabalhar mais)
I haven't had lunch today (Mas ainda está no horário de almoço e posso almoçar a qualquer momento e mudar este cenário)
She hasn't seen this movie (Ela não viu este filme, mas ela ainda pode ver).

Temos uma tendência a usar o presente simples nestes casos e dizer "I didn't see this movie (Eu não vi este filme)", mas não se usa o passado simples com essa frase, primeiro porque não há uma data no passado e segundo porque ainda podemos ver o filme. Não é um passado "fechado" que não pode ser mudado. Só usaríamos o passado simples se disséssemos "I didn't see this movie last week", mas se não colocarmos uma data passada e ainda tivermos a chance de mudar a situação, temos que dizer "I haven't seen this movie".

Quando vamos perguntar para alguém algo do tipo:

Você vendeu seu carro?
Comprou uma casa?
Achou um novo emprego?
Você viu a Julie?

Não utilizamos o passado simples porque não colocamos uma data passada. Então temos que usar:

Have you sold your car?
Have you bought a house?
Have you found a new job?
Have you seen Julie?

A resposta pode ser tanto no passado simples como no present perfect, dependendo da situação:

Have you sold your car?
No, I haven't sold my car yet.

Have you bought a house?
Yes, I have. I bought a house last Monday.

Have you found a new job?
Yes, I have. I started working last month.

Have you seen Julie?
Yes, I saw her 20 minutes ago.

Obs: Quando falamos detalhes de um acontecimento passado, que não pode ser alterado, usamos somente o presente simples, embora possamos começar a conversa com o Present Perfect:

Ex:

Have you ever been to China?
Yes, I have.
When did you go to China?
I went to China in 1999.
What did you do there?
We saw the........

Também quando vamos anunciar uma notícia podemos começar com o Present Perfect, mas quando falamos sobre os detalhes da notícia usamos o passado simples.

Ex:

Have you heard the News about Julie?
No, what happened?
She went up to the boss and shouted
What did the boss say? .......

Sempre digo para meus alunos que usamos o passado simples quando falamos de fatos no passado com data passada e que não podem ser alterados:

Ex:

I read 10 books last week (Eu li 10 livros semana passada. Semana passada é uma data passada e que não voltará, ou seja, não mudarei o número de livros que li, acabou).

Se não for este contexto use o Present Perfect.

O Present Perfect é usado com muita frequência com:

JUST - Para dizer que algo acabou de acontecer

I've just had lunch (Acabei de almoçar)

ALREADY - Para dizer que algo aconteceu antes do esperado e somente em frases afirmativas

"Don't forget to send the email". "I've already sent it"

YET - Significa "ainda" em frases negativas ou "já" em perguntas. O STILL também é usado com o significado de "ainda" em frases negativas.

Has it stopped raining yet? (Já parou de chover?)

I wrote the email, but I haven't sent it yet (Escrevi o email, mas não o enviei ainda. O YET usamos no final da frase)

I still haven't found what I'm looking for (Ainda não encontrei o que estou procurando. O STILL usamos no meio da frase)

EVER - Para saber se alguma vez algo já aconteceu

Have you ever played golf? (Alguma vez você já jogou golf?)

BEFORE - Para saber se algo já aconteceu antes

Has she been to London before? (Ela já esteve em Londres antes?)

Podemos usar essas duas últimas juntas:

Have you ever eaten feijoada before?

NEVER - Para dizer que algo nunca aconteceu

I've never been to Europe (Eu nunca estive na Europa)
 
É válido reforçar que nunca colocamos uma data passada quando utilizamos o Present Perfect, porém podemos utilizar expressões de tempo que continuam até o momento, como por exemplo:

Recently - recentemente
Have you heard from Julie recently? (Você soube da Julie recentemente?)

In the last few days - nos últimos dias
I've met a lot of people in the last few days (Eu conheci muitas pessoas nos últimos dias)

So far - até agora
We haven't had any problems so far (Não tivemos nenhum problema até agora)

Ordinals - Os números ordinais 
This is the third time I've seen Frida. (Esta é a terceira vez que vejo Frida)

Na música I still haven't found what I'm looking for vemos as seguintes frases no Present Perfect:

I've climbed highest mountains.....
I've run.....

I've run I have crawled.....
I've scaled these city walls......

But I still haven't found what I'm looking for.....
I've kissed honey lips.....
I've spoken with the tongue of angels........
I've held the hand of........

Bye!

domingo, 28 de julho de 2013

Aprendendo com música - 93 million miles


Hi everybody,



Há 4 maneiras de usarmos o futuro na língua inglesa. Vamos falar sobre elas:
 
Be + going + to = É usado para falar de algo que está planejado ou que intencionamos fazer ou que aconteça para o futuro. Também é usado quando fazemos predições com base em evidências presentes.
 
Obs: Gonna é uma forma usada no inglês falado e em música para (going to)
 
Will = É usado para fazer predições com base em nossa opinião ou experiência, mas que não temos evidência. Também é usado quando tomamos uma decisão no momento em que estamos falando. E por último, quando a sentença principal se refere a solicitações, promessas ou quando oferecemos algo.
 
Present continuous = É usado quando falamos de reuniões, encontros, planos e eventos em que, de alguma maneira, interferimos/participamos para seu acontecimento.
 
Present simple = É usado quando nos referimos a horários e programações.
 
A figura abaixo, retirada do site https://www.facebook.com/cork.englishteacher , mostra esta explicação de forma bem ilustrativa com frases de exemplo.

























Na música 93 million miles há as seguintes frases com o futuro:

"Son, in life you're gonna go far"
Esta frase relata a intenção da mãe para o filho.

"If you do it right, you will love where you are"
Esta frase na verdade é uma condicional, chamada de "Future factual conditional", com uma relação de "Se......então............". Esta frase descreve o que você acha que acontecerá em uma situação específica no futuro. Dizemos "acha" porque ninguém pode saber exatamente o que acontecerá. Podemos pensar também em uma predição sem evidência.

"Just know, that wherever you go, no you're never alone,  you will always get back home".
Vejo esta frase como uma predição sem evidência.

Bye!

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Como entender um nativo


Hi,
 
Grande parte dos estudantes de uma segunda língua temem o contato com um nativo ou com alguém que fale, a língua que está aprendendo, fluentemente.
 
O processo de aprendizagem de uma segunda língua requer tempo, estudo, disciplina, paciência e perseverança.
 
No começo parece impossível entender um nativo, mas não é.
 
Quando vou fazer uma entrevista inicial com um aluno, quase todos me perguntam quanto tempo eles levarão para entender e falar bem inglês.
 
Costumo dizer que é uma caminhada sem fim e neste percurso vamos aprendendo coisas novas e nos aperfeiçoando a cada dia. Eu estudo inglês há 14 anos, sou professora há 8 anos, morei 1 ano nos Estados Unidos convivendo com nativos, diariamente, e sempre digo que cada dia aprendo algo novo. Quando viajo para os Estados Unidos ou assisto programas que utilizam uma linguagem mais culta, específica e técnica, penso: "Nossa, há muitos e muitos universos que ainda não explorei".
 
Não há como definir um prazo para estar fluente ou confortável com o idioma. A única coisa que posso garantir é que leva tempo. Cada um levará mais ou menos tempo de acordo com o quanto entrará em contato com a língua. O maior desafio dos alunos é conciliar todas as atividades diárias com o estudo do idioma e vencer o cansaço. Sim, este é um fator bem real. Ficamos cansados em estudar um idioma, ficamos desanimados com a demora para notar um progresso satisfatório, mas é assim mesmo, não há outro caminho, esse cenário muda, tudo que hoje fazemos facilmente, no começo não foi assim e com o inglês é a mesma coisa.
 
Entender um nativo requer que pratiquemos a escuta o máximo possível. Conforme vamos estudando, vamos conhecendo novas palavras e novas estruturas gramaticais, mas é à medida que ouvimos pessoas falando sobre esses conteúdos que podemos vivenciar, mesmo que passivamente, o uso do que aprendemos em um contexto. Não há outra alternativa, precisamos ouvir, ouvir e ouvir nativos e até não nativos falando para criarmos uma memória auditiva do som e seu significado.
 
A repetição é algo que ajuda a memorização das palavras e estruturas gramaticais. Quando ouvimos algo várias vezes vamos, a cada vez que escutamos, memorizando uma parte do discurso. Por isso que quando moramos em outro país vivenciando a língua o tempo todo aprendemos mais rápido, porque todos os dias vivenciamos, praticamente, o mesmo contexto.
 
Um dos livros que utilizo para dar aula é o Top Notch. Eles disponibilizam vídeos no You Tube para treinar o conteúdo aprendido em cada unidade do livro. São vídeos curtos que abordam o uso do idioma em diversos cenários.
 
Se você quiser treinar seu "listening" acesse os links abaixo. Ouça o mesmo vídeo várias e várias vezes, conheça as palavras, pratique os sons e você verá que com a repetição e entendimento do cenário, sua compreensão vai aumentando.
 
Algo que ajuda muito no aprendizado do inglês é termos em mente que vamos o construindo gradualmente e, como na construção de uma  casa, há estágios a serem seguidos. Não colocamos os móveis e a decoração primeiro, primeiro construímos a base, vamos colocando tijolo a tijolo, etc.....Falo isso porque muitas vezes pegamos uma música ou um filme em que eles falam super rápido e mesmo ouvindo várias e várias vezes não conseguimos acompanhar e ficamos frustrados. Precisamos ir construindo nossa memória auditiva, primeiro com palavras mais simples, faladas em um tom mais lento e então, gradativamente, vamos expandindo o tipo de vocabulário e a velocidade.
 
No link abaixo você encontrará os vídeos do livro fundamental
 
 
No link abaixo você encontrará os vídeos do livro 1
 
 
E no link abaixo você encontrará os vídeos do livro 2
 
 
Bye!
 
 

Idiom - Make the most of STH (something)




 

Storytime - A dog's life


Hello,

Another story for you!





http://learnenglishkids.britishcouncil.org/en/short-stories/dogs-life

Enjoy it!

Pronúncia do TH


Hi everyone,

Vou compartilhar com vocês um vídeo sobre a pronúncia do TH. Esse vídeo é parte de uma série de vídeos de um workshop.
 
O vídeo é todo em inglês, mas mesmo aqueles que estão começando com o aprendizado da língua podem ser beneficiados, pois ao falar do som das palavras, além da imagem, o autor mostra uma parte escrita.

 
Bye!
 

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Verbos Modais (Modal Verbs)


Hello,

Os verbos modais são verbos auxiliares usados sempre com outro verbo, que poderá ter diversos sentidos, como por exemplo, o sentido de permissão, obrigação, possibilidade, etc...

O conteúdo da figura abaixo é de autoria de "Cork English - Teacher". https://www.facebook.com/cork.englishteacher



E caso queira praticar mais os verbos modais, segue link:

http://www.englishpage.com/modals/modalintro.html

Bye!

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Aprendendo com música - Someone like you


Hi,

I guess everybody knows this song. Her voice is really splendid. On this video, Adele explains why she wrote the song. She also sings it beautifully.


 
A Phrasal Verb is a verb, plus a preposition or adverb, which creates a meaning that is different from the original verb.
 
Example:

Run = to move along, faster than walking, by taking quick steps in which each foot is lifted before the next foot touches the ground

But...

I ran into my teacher at the movies last night. run + into = meet
He ran away when he was 15. run + away = leave home
 
Let's go over the Phrasal Verbs in the song:
 
1) Settled down - to become familiar with a place and to feel happy and confident in it.
I heard that you're settled down.......
 
P.s: In the song this word is an adjective, but it can also be a phrasal verb.
 
2) Hold back - to not do something, often because of fear or because you do not want to make a bad situation worse.
It ain't like you to hold back......
 
P.s: This word "ain't" is used only in spoken English and it's a version of the verb to be. E.g.: It's not like you to hold back.....
 
3) Turn up = Come, arrive
I hate to turn up out of the blue uninvited.....
 
4) Stay away - to not go near or become involved with someone; to avoid something that will have a bad effect on you.
But I couldn't stay away, I couldn't fight it.....
 
Phrasal verbs are very common in English and it can make a big difference for your understanding to know them. The best way to learn new words is when you can hear them in a context, so.... try to be in touch with the language as much as you can, by watching tv shows and movies or listening to songs.
 
Below you can find some exercises on phrasal verbs:

http://www.englishpage.com/prepositions/bringprep.htm
http://www.englishpage.com/prepositions/comeprep.htm
http://www.englishpage.com/prepositions/getprep1.htm
http://www.englishpage.com/prepositions/getprep2.htm

Bye!

Aprendendo com música - Can you feel the love tonight?


Hello,

Songs can help us improve our English a lot. Not to mention that they are a great pleasure for the soul.
 
Let's go over this beautiful song "Can you feel the love tonight?", which is the soundtrack for the Lion King.


There are many grammar aspects we could cover but let's talk about two adjectives:

1) Wide-eyed = too willing to believe and admire what you see or are told = innocent.
It's enough for this wide-eyed wanderer.....

Synonyms for it = dovelike, green, inexperienced, naive, pure, sinless, uncorrupted, undefiled, unwordly.

2) Star-crossed = unlucky, certain to fail, die, or be destroyed.
When the heart of this star-crossed voyager.....


Synonyms for it = doomed, catastrophic, cursed, disastrous, ill-fated, ill-omened, ill-starred, jinxed, luckless, misfortunate, unfortunate.


Of course nobody could possibly know all the existing words, but the more we know, the better we can speak, therefore, it's important to know synonyms.

The website http://thesaurus.com/ is a great source to find synonyms and antonyms. You should take a look at it ;-)

Enjoy the song!!!!!


Storytime - The lantern


Hi everyone,
 
Muitos dos meus alunos me pedem referência de livros em inglês, com uma leitura mais simples, para aprender novo vocabulário e gramática.
 
Há muitos bons livros para serem comprados, mas como há também muita coisa disponível online, postarei para vocês algumas histórias curtas e ótimas para prática.
 
No link abaixo vocês podem ler e ouvir sua primeira história chamada "The lantern".
 
 
Após ler a história, você pode se registrar no site, gratuitamente, e fazer o download do arquivo em PDF com a história e também com exercícios sobre a leitura.
 
Caso não queira se registrar me mande um e-mail que lhe envio os arquivos em PDF.
 
Enjoy the reading ;-)
 
 

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Phrasal Verbs - Lesson 1

 
Dear students,
 
Phrasal verbs contain a main verb and a particle (a preposition or adverb) that together have their own meaning.
 
E.g:
 
Main verb = turn
Particle = on
 
Turn on = start (a machine)
 
Let's start....
 
The phrasal verbs I would like to share with you this week are:
 
1) to get in/to get on: to enter or to board a vehicle. To get in is used for cars; to get on is used for all other forms of transportation
 
2) to get out of/ to get off: to leave or to descend from a vehicle. To get out of is used for cars; to get off is used for all other forms of transportation.
 
3) To put on: to place on oneself (usually said of clothes) (S)*
 
4) To take off: to remove (usually said of clothes) (S)
 
5) To come up with: to find, to discover

* The symbol (S) indicates that the phrasal verb is separable.

E.g:

  • Mary put on her coat and left the room
  • Put your hat on before you leave the house

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Valentine's day


Dear students and readers,

Today is Valentine's day in the USA. On this day not only couples exchange cards, messages and gifts; it's a day for friends too.

I would like to share with all of you the video below and a poem!

Happy Valentine's day!!!


A Friend Is Like A Valentine

A friend is like a Valentine,
Heartwarming, bringing pleasure,
Connected to good feelings,
With memories to treasure.

Seeing a special Valentine
Brings happiness to stay,
And that’s what you do, friend,
You brighten every day!

By Joanna Fuchs
 


terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Au pair - Um sonho possível


O Au Pair in America é um programa de intercâmbio cultural, aprovado pelo governo americano, que oferece a oportunidade única de morar legalmente, por até 2 anos, nos Estados Unidos, com uma família americana e trabalhando para eles como babá. A au pair também estuda e recebe um salário semanal. É um programa exclusivo para mulheres em que a participante precisa ter experiência mínima de 200 horas com crianças. Não é exigido nenhum tipo de qualificação especial para participar, apenas alguns pré-requisitos regulares precisam ser preenchidos.

Fui participante do programa de Novembro de 2004 até Novembro de 2005 e certamente esta foi uma das experiências mais significativas da minha vida. O au pair in America é mais que um programa para aprender o idioma e ficar fluente, é uma experiência de vida, de crescimento. Abrimos nossa mente e enxergamos o mundo e a vida de outra forma.
Até hoje mantenho contato com a família americana com quem morei em Fairfax Station, na Virginia. 







Há várias escolas de intercâmbio que fazem o programa; eu fiz pela escola experimento. No link abaixo é possível verificar os requisitos necessários para participar e também  depoimentos.


Uma das etapas para se participar do programa é fazer o teste iTEP.
O iTEP (International Test of English Proficiency) foi desenvolvido pela Boston Educational Services a partir de 2002, nos Estados Unidos, e testa todas as habilidades da língua inglesa – audição, leitura, gramática, escrita e fala. Os testes avaliam o inglês em situações cotidianas no trabalho, em casa, socialmente e em viagens, ou seja, testam a habilidade de compreensão e de uma pessoa se comunicar no mundo real.

No link abaixo é possível baixar o manual com todas as informações que precisa sobre o teste e também o conteúdo de listening para prática que consta no manual.

Para você que tem o sonho de falar inglês fluente, morar um ano nos Estados Unidos com um preço acessível, o programa de au pair in America é excelente. Ele não é um programa de férias ou passeio, é um programa de trabalho e estudo e é importante que isso fique claro. Há vários blogs de meninas que foram ou são au pairs em que elas dão seus testemunhos de como é a vida de uma au pair. É importante saber disso para não se alimentar uma expectativa irreal quanto ao programa.

Como ex au pair eu digo: Não é fácil ser au pair. Não é fácil cuidar dos filhos dos outros, viver em outro país, em outra casa, longe de tudo e todos que são familiares a nós. Tudo muda, tudo é diferente. Mas se o tempo voltasse e eu tivesse que escolher ser au pair novamente, o seria com certeza. Porque as dificuldades não se comparam com os benefícios pessoais e profissionais que colhemos após e durante esta  experiência.

Ocorreu um erro neste gadget