Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Especialista em Desenvolvimento Humano, Luciana Ribeiro é formada em Psicologia e Administração de Empresas, com pós-graduação em Administração de Recursos Humanos; tem formação em Personal, Professional e Leader Coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching. Também tem formação em O.P.H (Osho Prana Healing), Florais de Bach e Reiki. Atua como Psicóloga Clínica, Coach, Terapeuta Floral, Terapeuta de O.P.H. e de Reiki. Ela associa seus conhecimentos em um trabalho que visa desenvolver o ser humano através do autoconhecimento, da expansão da consciência e do fortalecimento emocional, pois acredita que através disto um processo de transformação aconteça de forma autêntica e assertiva, gerando resultados positivos nas diferentes esferas da vida da pessoa. Também atua como Professora de Inglês desde 2005, após anos de estudo do idioma e vivência no exterior.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Au pair - Um sonho possível


Au Pair é um programa de intercâmbio cultural aprovado pelo governo americano, que oferece a oportunidade única de morar legalmente por um ano nos Estados Unidos, trabalhando, estudando e recebendo salário em dólar. A participante precisa ter experiência mínima de 200 horas com crianças. Não é exigido nenhum tipo de qualificação especial para se aplicar ao programa Au Pair, apenas os pré-requisitos regulares precisam ser preenchidos, porém no Au Pair Extraordinaire e Educare, existem requisitos específicos a serem preenchidos.
 
Fui participante do programa de Novembro de 2004 até Novembro de 2005 e certamente esta foi uma das experiências mais significativas da minha vida. O aupair é mais que um programa para aprender o idioma e ficar fluente, é uma experiência de vida, de crescimento. Abrimos nossa mente e enxergamos o mundo e a vida de outra forma.
 
Até hoje mantenho contato com a família americana com quem morei na Virginia. As crianças cresceram, mas as lembranças, eventualmente, ainda brincam como crianças na minha memória.
 



 

 
Há várias escolas de intercâmbio que fazem o programa de aupair; eu fiz pela escola experimento. No link abaixo é possível verificar os requisitos necessários para participar e também o depoimento de uma aupair.
 
 
Uma das etapas para se participar do programa é fazer o teste iTEP.
O iTEP (International Test of English Proficiency) foi desenvolvido pela Boston Educational Services a partir de 2002, nos Estados Unidos, e testa todas as habilidades da língua inglesa – audição, leitura, gramática, escrita e fala. Os testes avaliam o inglês em situações cotidianas no trabalho, em casa, socialmente e em viagens, ou seja, testam a habilidade de compreensão e de uma pessoa se comunicar no mundo real.
 
No link abaixo é possível baixar o manual com todas as informações que precisa sobre o teste e também o conteúdo de listening para prática que consta no manual.
 
 
Neste próximo link você consegue visualizar como é a estrutura do teste
 
 
No link abaixo há um exemplo fiel de como é o teste. Muito interessante para se familiarizar com o teste antes de fazê-lo na escola.
 
 
Para aquelas que têm o sonho de falar inglês fluente, morar um ano nos Estados Unidos com um preço acessível, o programa de aupair é excelente. Ele não é um programa de férias ou passeio. É um programa de trabalho e estudo e é importante que isso fique claro. Há vários blogs de meninas que foram ou são aupairs em que elas dão seus testemunhos de como é a vida de uma aupair. É importante saber disso para não se alimentar uma expectativa irreal quanto ao programa.
 
Como ex aupair eu digo: Não é fácil ser aupair. Não é fácil cuidar dos filhos dos outros, viver em outro país, em outra casa, longe de tudo e todos que são familiares a nós. Tudo muda, tudo é diferente. Mas se o tempo voltasse e eu tivesse que escolher ser aupair novamente, o seria com certeza. Porque as dificuldades não se comparam com os benefícios pessoais e profissionais que colhemos após e durante esta  experiência.
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget